31 de mar de 2012

Contrastes.


Acho que gosto de você mais do que deveria. Agora tem demônios aqui, dentro do meu coração. Alguns dizem que sim, outros dizem que não, porém nenhum diz talvez. Deve se tratar de arte abstrata, os preâmbulos, as preces, as vontades. De tudo e mais um pouco, dias coloridos que já foram e foram poucos, da saudade do que não existe e uma infinita vontade de ser. Contrastes.  

26 de mar de 2012



A paz que eu sinto, quando meu corpo estava junto do seu, é tão insensata e absurda e ao mesmo tempo tão correta e pura!

21 de mar de 2012

Pensamentos

Com pensamentos e poucas palavras, te despi. Mentalmente, peça a peça. Depois, contornei teu corpo com a ponta dos dedos e a língua. Não que essa reverência toda se faça necessária, mas é que nas minhas fantasias você está tão presente que já sei cada linha tua de cor.  

[...]

A minha pele se arrepia com o seu toque, porque o prazer-veludo do amor é caro e cada verso raro, fica esse desejo perdido no ar, que com muita força eu tento respirar. 

2 de mar de 2012


Como que aqui não cabe nada e tem tantos espaços vazios?

1 de mar de 2012


Poste em homenagem ao meu amigo, Cretino


(...) O desejo corria ardente por minhas veias, como se houvesse fogo no lugar de sangue. Num suspiro profundo senti o seu cheiro, e entre suas pernas, parti-a ao meio, com a língua tão afiada quanto a espada de um samurai. O Cretino, pg. 136.