28 de fev de 2012

Cadê o bilhete de resgate?


Duendes roubaram meus óculos. É sério. Ontem quando fui dormir, lembro-me de o colocar junto ao celular, como faço todos os dias, hoje, sem mais nem menos, sequer um bilhete de resgate, sumiram. Ainda não sei o que alguém haveria de querer com os meus óculos. 

Olhei debaixo de todas as camas, poltronas, armários. Verifiquei duas vezes todas as prateleiras. Retirei do guarda roupa todas as roupas e as dobrei. Então, mamãe, perder os óculos tem o incrível poder de me fazer arrumar o armário.  

Esse apetrecho que corrige a visão é uma peça, que apesar de exposta, é extremamente íntima. Essa coisa de ampliar a sua visão é de uma intimidade tremenda, pois quantas pessoas conseguem ter uma influencia tão grande na vida de alguém? 

Na ausência do seu óculos, o que um míope faz? Vai comprar outro. Em função da urgência, procura óticas que alegam ter entrega rápida. Cheia de ansiedade experimentei modelos diversos até que escolhi um. Acontece que azar é que nem mulher indo ao banheiro, dificilmente acontece sem ter companhia... claro que a ótica que faz propaganda de entregar o óculos em UMA HORA não entrega. Demorei 5 horas para receber o maldito óculos.  Em função da minha loooonga e nada silenciosa espera ganhei o ultra-mega-fantástico fluido de limpar lentes de óculos. Pensei em diversas formas mais interessantes de usar o fluido, mas ir para cadeia não está em meus planos atuais.
Eu sinto falta dos meus óculos. A dor de cabeça está passando com esses novos. 
Que, infelizmente, eu odeio!!


PS. se algum duende ler, eu pago resgate pelos meus óculos. não tenho moeda de ouro alguma, mas estou muito aberta a negociações!

Um comentário:

  1. Torço para que com os óculos novos você encontre os que o duende levou.

    ResponderExcluir