4 de ago de 2012

Platonismo II



Teu corpo é templo de pecado e o tempo está apropriado para tal ato. Na minha mente, está reto, ereto, belo, como poesia em movimento, canção. É tão viva essa imagem na minha mente, que fecho os olhos, sinto cheiros e se esperar um pouco, corro risco de virar lembrança. 

Nessa mistura de ímpetos, desejos e hesitações, vou curtindo meu mundo perfeito sem riscos, porque sou boba.

2 comentários:

  1. Qual a importância de ser boba se dentro de si traz tanta profundidade? Lindo!

    ResponderExcluir