30 de dez de 2012

Adeus


[...] Pensei muito em você, e nas razões de ter que dizer adeus.  Pois você é um verso inacabado que mal nasceu e morreu.

Um comentário:

  1. Passando para desejar um 2013 bem diferente...além de paz, prosperidade e alegrias para nossos seguidores...meu desejo é que haja mais poesia para alegrar a vida!

    Abraço do Pedra do Sertão

    ResponderExcluir