25 de dez de 2012



Eu queria morrer, assim, só um pouquinho. Não ter a obrigação de abrir os olhos. Poder descansar, finalmente. Eu queria só, um pouquinho, ter a sensação de paz, de que nada em mim está errado e girar com o mundo. Eu queria só, um pouquinho, não ter tanto medo de ficar só.  

2 comentários:

  1. Aplausos....lindo. Mas triste. O Natal tem dessas coisas, evoca sentimentos nem sempre alegres.

    ResponderExcluir
  2. o querer genuíno por descanso.
    dói. mas é bonito.

    beijo

    iza

    ResponderExcluir