26 de mar de 2012



A paz que eu sinto, quando meu corpo estava junto do seu, é tão insensata e absurda e ao mesmo tempo tão correta e pura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário