2 de jun de 2011

Azul

Queria que chegasse logo o dia, de poder mirar no azul do teu olho assim como busco no azul do céu o teu olhar.  Queria logo o dia, que sem subterfúgios teus, as coisas simplesmente acontecessem, como costumava ser. O meu refúgio é feito com os teus braços, meu travesseiro com o teu peito, tua respiração, a minha, a nossa. A cama está vazia e fria, será que você não vê???

2 comentários:

  1. Você tem toda razão, Heat.. Entendo o que quer dizer.. é preciso inovar! Vou procurar mesmo fazer isso.. obrigada pela opinião! Quero crescer, quero escrever cada dia melhor..

    Obrigada! *---*

    BJuu =*

    ResponderExcluir
  2. Compreendo esse sentir. Inclusive, é o que há de mais presente por aqui. Mas tenho me empenhado em permitir que passe...

    ResponderExcluir