18 de jun de 2011




Hoje quando eu acordei, encarei por horas a tua fotografia e na boca ficou um gosto amargo de nostalgia. Nem sei ao certo se posso chamar isso de saudade, pois parece que tudo aconteceu em outra vida, outra realidade. De uma comunhão intensa, passamos a uma distância extensa, como? Relacionamentos não são para sempre, apesar do amor ser, mas meu amor por você não é mais o menos, e nunca será o mesmo.

Um comentário: