29 de dez de 2011

Futuro

É muita ansiedade pelo novo, pelo o que virá, que tanto faz acelerar o coração dentro do peito. Taquicardia. O sangue correndo mais rápido, o corpo todo melhor oxigenado.  Por sempre lidar com ameaças constantes: "O que é seu está guardado"; "Vai chegar o seu dia"; "O bicho do amor ainda vai lhe picar"; acabou por aprender a viver meio que assustada. Pois como será o dia em que tudo isso acontecer???

2 comentários:

  1. Oi, tudo bom?
    Retribuindo a visita ao nosso blog, cá estou eu. rsrsrs
    Já tem continuação da história em capítulos "Sem destino" no Cercadinho.
    Segue o link que já te direcionará direto pra lá: http://o-cercadinho.blogspot.com/2011/12/sem-destino-parte-3.html
    Dá uma olhada e veja o que tu acha.
    Ahhh, e recomenda pras tuas amigas também. O ideal é que todo mundo interaja entre blogs e comente.
    Conto contigo lá, ok?
    Beijos,
    Wanderlei
    www.o-cercadinho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. sempre vivo na expectativa do novo, não só do ano, mas dos amores, dos amigos, da vida de forma geral. esperar sempre algo melhor é o que nos impulsiona.

    http://www.citacoesecia.blogspot.com/

    ResponderExcluir