5 de ago de 2010

Eita sono! A vontade que também agora me falta. O cansaço que me cala, e as minhas pernas que tremem. Pois os meus joelhos gemem, ladeiras da vida aleatória. Morte, vida, são tantas e diversas as histórias... mas no fundo acabam sendo iguais.

2 comentários:

  1. é o "iron man" da vida. alguns ficam pelo percurso e a linha de chegada de cada um é estabelecida pela dupla de direção de prova: si mesmo e destino.

    ResponderExcluir
  2. O sono exerce um poder sobre a gente, e fala muito mais alto às vezes. Em quantas ocasiões gostaríamos de ir ficando e simplesmente as pálpebras não se seguram. É o cansaço físico que mais do que falar mais alto se impõe. Mas o cansaço da alma; o estado de espírito de desanimado não fala, grita... e então os joelhos gemem... o corpo inteiro geme.

    ResponderExcluir