1 de ago de 2010



Quando olho para as lembranças dos meus erros, sinto raiva de mim mesma (?!!!). Queria muito dizer que errei por excesso de amor, de paixão, mas talvez tenha sido mais por falta. Em alguns casos sobrou orgulho, incompetência, burrice. 

Supostamente devemos aprender com os erros e errar é humano e insistir no erro é burrice. Eu errei demasiadamente, mas poucos erros foram reicidentes, será que isso significa que eu não sou tão burra assim??

Apesar de tantos erros, estou com uma grande vontade de dar certo. 

2 comentários:

  1. Eu errei por excesso. Não muda nada mudar por excesso ou por falta. Sobretudo qdo esses erros determinam boa parte de sua vida. Eu sei que enquanto há vida, há esperança, e acho q é por causa desse clichê que eu ainda continuo. Beijo grande! Tem post novo no meu blog!

    =*

    ResponderExcluir
  2. Reconheci os meus erros
    antes mesmo de acontecerem...

    Se foi loucura cometê-los?
    Não creio! (risos)

    Um beijo,
    Doce de Lira

    ResponderExcluir