30 de mai de 2010



É impressionante como você me irrita. Tem horas que desejo rasgar a tua camisa, outras causar uma briga. Tem horas que quero te dar um beijo noutras um murro. A sua ironia e seu sorriso sarcastico perturbam-me demasiadamente, as vezes penso se você consegue ler a minha mente. você pensa que consegue tudo que quer...

Você me derruba e toma o controle e isso me deixa maluca. Você merecia uma surra. Moleque, ainda te pego, te jogo na parede e te chamo de largatixa. Você vai ver que comigo não se brinca.

2 comentários:

  1. normal isso não?
    somos assim vulneráveis quando se trata de um outro alguém.

    somos capazes de amar loucamente num dia e odiar completamente em outro.
    doce ilusão!


    saudades de ti flor.

    ResponderExcluir
  2. "as vezes te odeio por quase um segundo, depois te amo mais..."

    ResponderExcluir